Como o aval dos EUA a fundos de Bitcoin afeta o mercado brasileiro?

< Voltar

Apesar de ser uma novidade lá fora, os ETFs de criptoativos já são permitidos há 3 anos no Brasil, com 13 fundos listados e R$ 2,5 bilhões sob gestão.

A Securities and Exchange Commission (SEC), a comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos, aprovou nesta semana 11 fundos negociados em bolsa que investem diretamente em Bitcoin, os chamados ETFs, uma decisão importante para o setor de criptoativos.

Mas embora isso seja uma novidade lá fora, os ETFs de criptoativos já são permitidos há 3 anos no Brasil. A B3 conta com 13 fundos de cripto listados que somam R$ 2,5 bilhões sob gestão.

Confira a matéria completa no Portal O Globo clicando aqui.