ABCripto se une a 4 entidades para pressionar governo por Marco Regulatório

O Marco Legal das Criptomoedas (Lei nº 14.478/2022), que foi aprovado no fim do ano passado, está prestes a entrar em vigor no dia 19 de junho deste ano. Porém, até o momento o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda não publicou o decreto com as diretrizes que faltam para que a lei entre efetivamente em vigor.

Logo do porto de notícias Coin Telegraph Brasil
Cointelegraph Brasil|Acessar
01/06/2023, 12:00
Uma ilustração de Criptomoedas unidas

O Marco Legal das Criptomoedas (Lei nº 14.478/2022), que foi aprovado no fim do ano passado, está prestes a entrar em vigor no dia 19 de junho deste ano. Porém, até o momento o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda não publicou o decreto com as diretrizes que faltam para que a lei entre efetivamente em vigor.

Com o objetivo de acelerar o processo de regulamentação, algumas das principais entidades do setor, como ABCripto (Associação Brasileira de Criptoeconomia), ABRANET (Associação Brasileira de Internet), ABfintechs (Associação Brasileira de Fintechs), MID (Movimento Inovação Digital) e ZETTA (Associação criada por empresas de tecnologia com atuação no setor financeiro e de meios de pagamentos), se reuniram e divulgaram uma carta endereçada à Casa Civil e à Presidência da República.

Acesse matéria na integra clicando aqui.